Jesus e seu conceito de Paz

Para Jesus a paz mais do que uma atitude externa era uma atitude interna de não turbação (agitação no espírito; inquietação). Enquanto a paz do mundo tem como chavão : “se queres paz se prepara para a guerra”, a paz de Jesus não é conquistada somente no esforço e na luta, mas sim na confiança e no temor. O conceito de paz para Jesus não tinha nada a ver com as estratégias de guerra para por fim a certo “terrorismo” e nem era algo que se reivindicava por meio de passeatas contra a guerra. A paz para ele era uma atitude de cada ser humano consigo mesmo.

Jesus e seu conceito de família

Entendendo o conceito de Jesus sobre a família que para ele se apresenta como a humanidade que tem sede de justiça, que promove a paz, que ama, que suporta tudo sem se vender, é fácil ver como o Cristianismo tem sido nocivo na sua interpretação equivocada de que família para Jesus é quem faz parte do império cristão. Se a humanidade tivesse a “mente de Cristo” como disse Paulo, Nação seria apenas uma determinação geográfica e não um orgulho de pertencimento como se tem visto. Certamente as divisões iriam ser reconhecidas como insignificantes e as guerras cessariam.

Manifesto de um ateu de religião

Tudo o que parecia divino era-me fascinante, fantástico, capaz de me excitar e mover-me o espírito. Lembro-me do meu fervor católico e meu desejo de ser padre. Lembro-me da minha curiosidade quanto ao espiritismo, frustrada depois de ouvir uma palestra sobre a origem do sofrimento humano. Lembro-me de minha fascinação pelo místico, pelo oculto e por toda a religião que se arroga no direito de explicar meus questionamentos interiores.

A conversão do Jesus Cristão

Fiquei espantado quando percebi que o Jesus cristão se desviou (desviar na religião é não estar mais no caminho certo). Isso pode parecer forte para muitos mais é a pura verdade. O Jesus cristão está desviado e precisa se converter. O Jesus cristão é o Jesus das projeções humanas, é o Jesus das nossas comodidades, das nossas necessidades de poder, domínio, riqueza. O Jesus cristão é uma salada de ingredientes vindos do Judaísmo, misturado a uma pitada de Constantino, outra de Roma, com gosto de Reforma Protestante e Pentecostalismo americano.