A formiga


“O saber a gente aprende com os mestres e os livros. A sabedoria, se aprende é com a vida e com os humildes.” (Cora Coralina)

“O leão gaba-se por sua coragem e a águia pela sua grande visão. O leopardo orgulha-se de sua rapidez e o macaco de sua inteligência. O jacaré gloria-se em sua paciência e tranquilidade. As florestas tem sido queimadas leão e para onde irá sua valentia? Os ares tem sido poluídos e onde prevalecerá sua visão águia? Os campos tem sido devastados e para onde tu correrás leopardo? As árvores vão sendo cortadas macaco e de que valerá sua inteligência? Sua pele tem sido estimada jacaré e sua passividade salvará sua pele? Que se observem as simples formigas que ao invés de se gabarem e trocarem orgulhos e soberbas, são trabalhadoras e não gastam tempo discutindo vaidades. São unidas, comunitárias e não egoístas defensoras de seus próprios interesses. São organizadas e edificam em lugares secretos o seu reino, sem que ninguém o possa destruir. As formigas habitarão na terra seguramente e pacificamente, pois edificou um reino fora da vista dos homens e longe da soberba da vida.”

Anderson Luiz

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s