Sobre o Natal


“O Natal não é uma data… É um estado da mente.” (Mary Ellen Chase)

Fim de ano! Época de festas e confraternizações! Tempo de reflexões e de esperanças que se renovam! Mais do que uma festa religiosa, o nosso natal é uma festa política e econômica! O natal para o ser humano é uma festa fantástica, pois traz no seu cerne a vontade de mudança, de humanidade e de recomeço. Mas o nosso natal cristão ocidental seria tão melhor se superasse sua hipocrisia. Na teoria nós humanos conhecemos muito bem a mensagem natalina: paz, esperança, igualdade e justiça. Mas na prática sabemos que não é assim. Cada um tem seu natal conforme sua “sorte”. O natal do rico não tem nada de igual com o natal do pobre, mas mesmo assim eles se cumprimentam, se abraçam e trocam desejos de esperança. Isso é simplesmente maravilhoso, não fosse o fato de só fazerem isso porque é natal e como todos sabem no natal se faz isso. Lindo seria se não fosse hipócrita, mas não vamos estragar o natal e sim denunciar quem é que realmente comemora essa festa “religiosa cristã”.

De festa religiosa cristã o natal não tem nada, é só perguntar a qualquer um sacerdote bem informado que ele lhe afirmará o que digo. O natal é uma continuação de comemoração dos solstícios de inverno comemorados antigamente nos países nórdicos. A chegada do sol por aquelas bandas era celebrada como a chegada de um deus que traria um novo começo, daí o nascimento de Cristo ser ligado a essa festa. O Jesus menino é o arquétipo de nossos anseios por um novo nascimento, uma nova vida e esperança de paz. Segundo Jung, arquétipos são projeções do inconsciente coletivo, modelos e padrões desejados pela humanidade. Outra figura simbólica que representa um grande arquétipo da humanidade é o famoso papai Noel. Dizem que São Nicolau foi um bom velhinho que adorava presentear três crianças secretamente. Sua lenda deu origem ao gorducho e simpático velhinho que adora esvaziar o bolso de toda a humanidade. Nesse ponto papai Noel encarna bem o “espírito natalino”, pois como todos sabem o dinheiro não tem pátria, não tem religião, não tem cor e nem filhos prediletos. Que lindo, o dinheiro é tão democrático em suas escolhas. Só não é em sua distribuição. Pobre da criança que acredita que esse “bom velhinho” os presenteia sem barganhas, sem comércio e sem interesses.

 Como arquétipo do inconsciente de nossa sociedade judaico-cristã-capitalista- ocidental, papai Noel é perfeito. Sua barba branca denota nossa sabedoria herdada da Grécia Antiga e seus filósofos. Sua morada em uma ilha no norte faz referência clara aos britânicos, iniciadores da atividade capitalista. Seu aspecto gordo simboliza a fartura e a abastança que a riqueza proporciona. Sua bondade reflete nosso desejo de sermos bons e esquecermos a maldade do mundo. Pena que estamos tremendamente equivocados. O arquétipo papai Noel não é tão bom assim. É só esperar por uns dias e veremos quantos nomes irão para o SPC e quantas pessoas chorarão por causa de suas dívidas contraídas durante o natal. E enquanto isso acontece, o espírito do “bom velhinho” encarnado nos shopping centers comemora o natal com muita alegria. Se Jung estivesse vivo entre nós certamente reconheceria papai Noel como projeção do inconsciente (às vezes parece consciente) coletivo de todo “velho e bom” capitalista, que tira proveito dessa grande festa “cristã” ocidental. É uma pena que Jung esteja morto.

Anderson Luiz

3 comentários em “Sobre o Natal

  1. Achei interessante, pois poucas pessoas tem essa visão do verdadeiro sentido capitalista e ainda mais jesus provavelmente não nasceu em dezembro ,mas devido aos fatos narrados e conviniente para muitos o Natal passou a ser o dia de se trocar presentes e não se lembrar de quem deveria. O filho de Deus é esquecido é esquecido por grande maioria das pessoas e só lembram do Papai Noel. E Deus o que pensa de nós…
    Maria da Glória

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s