E se um dia…


“No fim da vida, a maioria dos homens percebe, surpresa, que viveu provisoriamente e que as coisas que largou como sem graça ou sem interesse eram, justamente, a vida. E assim, traído pela esperança, o homem dança nos braços da morte.” (Schopenhauer)

E se um dia descobríssemos que a mente não existe e que ela é apenas um conceito inventado? Nos espantaria saber que a mente mente e a razão poderia ser a mais tola idéia sustentada pelo homem a séculos e séculos?
E se um dia descobríssemos que o que chamamos de cultura a maioria das vezes é um culto insustentável e vazio? Nos espantaria saber que nações inteiras cultuavam tradições sem fundamento nenhum?
E se um dia descobríssemos que nossos ídolos estão todos vendidos como escravos? Nos espantaria saber que todos eles eram escravos do seu próprio desejo de fama, poder e dinheiro?
E se um dia descobríssemos que nós mesmos somos escravos? Nos espantaria saber que fomos fantoches ou peças de um jogo de xadrez, manipulados em toda a vida com propósitos muito específicos?
E se um dia descobríssemos que vemos como que por espelho? Nos espantaria saber que há uma realidade ainda maior e o que chamamos de vida é ainda uma pequena faísca de fogo no meio de um grande incêndio?
E se um dia descobríssemos que o que chamamos de realidade na verdade não é? Nos espantaria saber que Platão estava certo sobre o mito da caverna onde os homens só vêem sombras na parede julgando serem realidades?
E se um dia descobríssemos que o homem sempre esteve ligado a Deus no espírito que Dele veio? Nos espantaria saber que a religião desligou o homem dizendo que por ela ele precisaria ser ligado novamente a Deus?
E se um dia descobríssemos que somos espírito não mais que carne? Nos espantaria saber que demos total importância a aquilo que não era a essência e eterno em detrimento do perene e passageiro?
E se um dia descobríssemos que a morte já esta morta e ela nada pode fazer? Nos espantaria saber que o medo produzido por ela é a própria morte do ser humano?
E se um dia descobríssemos que a História é uma grande farsa? Nos espantaria saber que aprendemos tudo errado e que fomos moldados por uma mão negra que escreveu a História?
E se um dia descobríssemos que fomos a vida toda vigiados? Nos espantaria saber que o “Big Brother” não era apenas um programinha ridículo de sucesso, mais uma grande verdade entre nós?
E se um dia descobríssemos que há uma conspiração sim? Nos espantaria saber que ridicularizamos os teóricos da conspiração e o tivemos por loucos o tempo todo?
E se um dia descobríssemos que não se enxerga com os olhos? Nos espantaria saber que tínhamos uma visão mais poderosa e superior dentro de nós mesmos, mas preferimos a cegueira da ilusão de estar vendo?
E se um dia descobríssemos que um humilde homem, um carpinteiro, estava certo? Nos espantaria saber que não demos muita atenção a ele e de tudo isso dito ele já tinha conhecimento?
Pense nisso!

Anderson Luiz

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s