Jesus e seu conceito de vitória


“… No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” (Jo 16: 33)

Cristo tentando consolar os seus amados discípulos depois de ter-lhes tentado explicar que em pouco tempo ele já não estaria mais entre eles, liberou uma palavra de encorajamento e de força. A primeira verdade de Jesus era que os seus passariam por aflições nesse mundo. Ele nunca pregou um Evangelho mentiroso como se vê hoje, que esconde de seus ouvintes a dureza da vida, as lutas do dia a dia, as perdas, as decepções, as doenças… O mundo dos “escolhidos”, dos “vitoriosos”, dos “cabeças e não cauda” é um mundo frustrante. Em nada tem relação com o ensino de Jesus. No mundo do qual falava Jesus as aflições sempre existiriam, mas essas seriam somente externas. No mundo do qual Jesus falava existiriam sim os conflitos, mas quem buscasse ser como ele foi não haveria conflito interno. Só paz!

“Eu venci o mundo” pode significar: “Eu não fui abalado internamente pelas perdas, pelas frustrações, pelas aparentes “derrotas”, pelas crises (financeiras, emocionais…), pela solidão, pelas mortes e por tantas outras aflições que acertam de cheio ao ser humano. Não tem como fugir disso! Acreditar que no mundo isso não acontece é morrer de frustração! Que se saiba a verdade, o sofrimento é um fato! Mas não é um estado de espírito (ou não deveria ser para todos), mas apenas um momento. Somos seduzidos a acreditar que vencer o mundo é ter uma profissão “honrosa”, ter fama, sucesso, glórias, dinheiro… Somos enganados desde pequenos. A famosa pergunta “o que vai ser quando crescer?” alimenta esse engano. Não vamos ser, já SOMOS! Somos e pronto! O resto é complemento mas não é o essencial! É apenas decorativo! Vitória é um conceito deturpado! Mais um dentre milhares! Vitória é não ser abalado espiritualmente até o fim da vida! Vitória é saber perder! Vitória é saber perder sem desistir de um dia ganhar!

A palavra mundo tinha o significado que passava perto de “sistema sujo e corrompido dirigido por homens maus” em alguns contextos bíblicos. Jesus mesmo disse haver um “príncipe desse mundo” e ele nada tinha com este. O mundo é estranho! Quem é sensível sabe do que digo! Quem é Dele talvez não entenda por que sofre tanto! E principalmente nesses dias esse mundo tem seguido um curso tenebroso! Mas temos que nos espelhar em Jesus. Ele venceu esse mundo, não foi comprado por ele. O mundo não lhe alterou, não abalou o seu Eu (espírito, Self, seja lá como chamem). Apesar da traição ele amou seus discípulos até o fim! Não abandonou suas crenças em um Deus de amor! Não perdeu sua fé! E como sofreu! Sentiu depressão no Getsêmani e afirmou: “minha alma está profundamente triste até a morte!”. Mas passou por isso, superou, venceu o peso do mundo. Foi um vitorioso! Não um vitorioso aos olhos do mundo que o considera um fraco. Mas foi um vitorioso por que continuou sendo o pregador do amor, sem ódio, sem revolta interna, sem dúvidas quanto a fé, sem frustração em relação aos traíras… Ele era bem resolvido e tinha força interna e por isso e tão somente por isso “venceu o mundo”.

Anderson Luiz

3 comentários em “Jesus e seu conceito de vitória

  1. Muito legal.
    Acredito muito nisso, e graças a Deus, encontrei uma igreja que prega isso. To lá.
    Evangelho de verdade !
    IBC Barra.

    Eu adoro esse versículo !

  2. Tristeza, decepções, quedas todos nós temos, o que diferencia é a maneira como esses contratempos são encarados, e superados.Acredito que essa força, essa coragem nasce com a gente, é uma opção de cada um deixar que aflore. Vitoriosos somos antes mesmo do nosso nascimento, afinal no momento da concepção vencemos milhões de adversários, e hj estamos aqui, um ser único, onde parte nenhuma do mundo existe outro igual.Pra mim Jesus é um exemplo de vida ou de como devemos viver nossa vida. Olhar o outro com amor, sem criticar,sem julgar é por isso acredito que o amor é a religião do futuro.Abraços.

  3. Creio que Jesus foi extremamente verdadeiro,realmente as tribulações fazem parte da vida,portanto cabe a nós passarmos por ela buscando uma auto-regulação para o enfrentamento.
    Vivemos em uma sociedade hipócrita,pessoas são enganadoras e outras simples demias se deixam enganar.Existem pessoas e pessoas,umas mais fortes na fé e outras que ainda precisam se fortalecer.
    Estou aprendendo a regar a minha fé a cada obstáculo,tentando crescer como ser humano.Neste caminhar encontro amigos como vc!
    Vc tem uma alma muito boa,é sensível,perseverante e acolhedor.

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s