O “Fim do mundo”


“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.” (Oscar Wilde)

Por esses dias dando aula sobre as civilizações americanas Maias, Astecas e Incas, os alunos questionaram sobre o fim do mundo e coisas do tipo baseados nas profecias Maias e nos últimos filmes “hollywoodianos”. Nunca se falou tanto sobre um suposto “fim do mundo”, sobre invasões alienígenas, sobre os “illuminati”, sobre “reptilianos” e sobre um apocalipse iminente. Não sou nenhum teórico da conspiração, mas não posso negar que a alma humana sempre viveu de conspirações. Isso é histórico! Judas e o alto clero judaico conspiraram contra Jesus, a elite grega conspirou contra o filósofo Sócrates, a elite mineira conspirou contra o governo português, etc. Poderia citar inúmeros outros exemplos de conspirações históricas. Conspiração é um fato, o problema é a “piração” ou a paranóia que se cria. Que maçons e outras seitas secretas dominam o mundo e sempre estiveram envolvidas nos “grandes” eventos históricos, isso é um fato, o problema é o medo e a alienação que se cria em torno disso.

Um aluno perguntou na aula: professor, você acha que o mundo vai acabar em 2012? Eu respondi: o mundo já acabou há muito tempo e ninguém se deu conta disso ainda. Vivemos em um mundo caído, morto de valores bons e de coisas que geram vida. O caminho nesse mundo dá para a porta da morte. Um mundo de crises financeiras, crises familiares, crises psicológicas, crises emocionais, crises políticas, crises sexuais e conflitos e mais conflitos. E o amor se esfriando, se esvaindo… E todos esperando 2012! Pode acontecer algo em 2012? Provavelmente, como pode acontecer agora enquanto escrevo. Há objetivos subliminares na mídia enquanto gera medo nos incrédulos acerca do suposto “fim do mundo”. Hollywood que o diga! Uma massa alienada vai sendo cada vez mais bombardeada com esses “apocalipses” seculares, enquanto em um salão escuro outros planos são orquestrados. E enquanto os canais televisivos torram o nosso saco sobre a data fatídica 11 de setembro (muita gente lembra mais dessa data do que do seu aniversário), tentando “sensibilizar-nos” a tomar partido americano e odiar a Al-qaeda e o mundo islâmico, os EUA seguem matando milhares de civis no Iraque e no Afeganistão sem o conhecimento dos alienados. Mas tudo em nome da “justiça”, da “guerra ao terror”, da luta pela “democracia” exclusivista norte-americana. E seus jovens lutando uma luta quixotesca em uma terra desconhecida em nome do patriotismo ianque. Nunca vi povo mais alienado! E se acham esclarecidos, “iluminados”… E dá-lhe Hollywood para moldar a mente dos ignorantes! O fim do mundo já veio e junto com ele vai aqueles que acreditam e temem que o “fim do mundo” é o fim. Para aqueles que acreditam na esperança (não do mundo), o “fim do mundo” é apenas uma crise necessária para dar lugar a algo muito mais nobre e cheio de verdadeira vida.

Anderson Luiz

2 comentários em “O “Fim do mundo”

  1. (…)
    “O mundo já acabou há muito tempo e ninguém se deu conta disso ainda”.
    (…)
    “O fim do mundo já veio e junto com ele vai aqueles que acreditam e temem que o “fim do mundo” é o fim”.
    (…)

    Tenho acompanhado seus textos… todos dotados de uma filosofia que transcende o conhecimento, adentrando na esfera do entendimento e da capacidade de elaborar críticas construtivas. Será que o “fim do mundo” poderia ser o fim dos ciclos de um ciclo que nos foi dado a conhecer? Como seria esse novo ciclo que ainda não nos foi permitido conhecer? Deveríamos estar curiosos e ansiosos pelo desconhecido que para nós tem sido preparado com tanto amor, e não angustiados e preocupados, ao ponto de nos transformamos em seres autodestrutivos.

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s